Followers

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

BOA NOITE CHUVA!










Noite fria, chuvosa,


sem estrelas no céu!
Na morosidade do tempo


te invento pro tempo passar.


Vejo a chuva a janela molhar,


e meu distante olhar


molhar o batente da janela que,


parece por minhas tristezas esperar.


São minhas lágrimas a gotejar,


esperançar colheitas


de dias melhores eu aceitar que,


comigo não mais estás.


O mundo encolheu e eu...


não avistei tua chegada,


só tua partida, sem despedida.


Assim saíste de mim,


na chuva fria, noite vazia, inundação...


Do tempo que invento, mais uma vez


diante da fartura da minha solidão.


A chuva só quer chover.. Só quer pingar! Então... Boa noite aos meus sonhos


por sonhar, se eu conseguir


ouvir a canção da chuva


sem lhe clamar!



Edna Fialho


6 comentários:

  1. Luciana Coimbra.... olha eu aqui de novo!!! Te dá moral...Divino, amei, encanto o texto e as fotos... Vc vai longe Tia, acredite.. Amo-te e Amo-te!!!Minha poetisa linda..Tá tudo certinho por aí? bjokas

    ResponderExcluir
  2. Poesia doce e meiga como és! Vida! Amei! Bjus

    ResponderExcluir
  3. Sutileza.. Delicia de ler... Acalanto!!!
    Ramiro di Cesy

    ResponderExcluir
  4. LU ANJO ORIENTAL3 de julho de 2009 19:48

    BOA NOITE CHUVA... AQUI SAMPA, CHOVENDO... FRIO... E EU VIAJANDOOOOOOOOO, UIIIIIIIIII QUE DELÍCIA, É MARAVILHOSO PODER TER O PRIVILÉGIO DE LER E TER A SENSAÇÃO DE ESTAR NOS TEXTOS... VC TEM ESSA MAGIA!!!!!
    AMO TU!

    ResponderExcluir
  5. ... Sensibilidade tem nome...E até no nome é sensível.. Florzinha..meiga lembrança de dias de chuva. Apaixonante como teu próprio nome e teu alvo...Acertar em cheio quem te lê e te prestigia... Bajos
    Felipe Drumond

    ResponderExcluir
  6. Lidíssimo poema! Excelente tema! Parabéns!
    Bastos São Paulo
    Henrriques de Sello

    ResponderExcluir